Saúde, obras e educação são prioridades de Simone Tebet na destinação de recursos para municípios de MS

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) destinou cerca de R$ 187 mil em emendas individuais, recursos extraorçamentários e solicitações para emendas de bancada. Boa parte deste recurso, indicado desde o início do mandato, já foi para a conta das prefeituras dos municípios. Outro montante foi empenhado, o que significa garantia e pagamento e uma pequena parcela das emendas apresentadas ao orçamento de 2021 ainda aguarda o empenho por parte do governo federal. No mês do aniversário de Mato Grosso do Sul, a senadora presta contas da sua atuação em prol da destinação de verbas às cidades do estado.

Saúde

Simone sempre priorizou a Saúde. Foram mais de R$ 85,2 milhões destinados ao setor nos municípios de Mato Grosso do Sul. O montante é referente aos recursos de emendas individuais ao orçamento da União e aos recursos extraorçamentários, angariados junto ao Ministério da Saúde, desde o início do mandato, em 2015. Além disso, por sugestão dela, a bancada de deputados e senadores de Mato Grosso do Sul, indicou outros R$ 11.765 para a construção do Hospital Regional de Dourados. Este montante foi solicitado no orçamento de 2017, via emenda de bancada. O valor foi empenhado e aguarda liberação pelo governo federal.

A maior parte dos R$ 85 milhões já foi para os cofres das prefeituras. Ao todo, R$ 71,5 milhões foram liberados, R$ 9,2 milhões empenhados, quando já há a garantia de que o montante será liberado, uma vez que o orçamento passou a ser impositivo, e outros R$ 4,5 milhões apresentados ao orçamento de 2021 como emenda individual aguardam empenho do governo federal, o que deve ocorrer até o final do ano.

A senadora buscou atender praticamente a totalidade dos municípios com emendas para a saúde. Os recursos foram encaminhados para custeio da saúde básica ou especializada, aquisição de equipamentos hospitalares, de gabinetes odontológicos, reformas e ampliação de unidades básicas de saúde e para a compra de veículos e ambulâncias. 

Apoio no combate à Covid-19

Em 2020, a senadora Simone foi ao Ministério da Saúde para alertar sobre a gravidade da situação pandêmica no Estado, quando a pandemia atingia índices alarmantes de mortes e internações, superlotando leitos nos principais hospitais do Estado. Na época, ela conseguiu aproximadamente R$ 29 milhões em recursos extraorçamentários para destinar aos municípios-polo, mais densamente povoados, e que também atendem as populações das cidades vizinhas, como Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã, Amambai, Coxim, Nova Andradina, entre outros.

Obras, educação e equipamentos agrícolas

A senadora Simone Tebet também reservou mais de R$ 85,5 milhões para obras de infraestrutura em emendas individuais desde o início do mandato. Boa parte deste dinheiro já foi para liberada e os prefeitos puderam realizar obras de drenagem e recapeamento, construir de praças e realizar obras de abastecimento de água e saneamento básico. Outros R$ 16,5 milhões foram indicados por ela e pelos demais parlamentares de MS como emenda de bancada para a construção do Anel Rodoviário de Três Lagoas. O montante apresentado ao orçamento de 2021 aguarda o empenho do governo federal.

Para educação, Simone destinou recursos para garantir a compra de equipamentos e mobiliário escolar, construção de quadras esportivas e reforma de escolas, além da aquisição de veículo para transporte escolar. Ela também reservou valor para a Universidade Aberta à Pessoa Idosa, vinculada à UFMS. O montante total desde o início do mandato foi de R$ 11,05 milhões.

E para a aquisição de maquinário agrícola, como a aquisição de patrulha mecanizada, a senadora Simone Tebet reservou mais de R$ 4 milhões. A Segurança Pública, especialmente o Corpo de Bombeiros, no reforço a combate a incêndios, também recebeu a indicação de emendas orçamentárias em cerca de R$ 1 milhão.

Coordenadora da bancada

A senadora Simone Tebet passou a coordenar a bancada federal desde setembro deste ano. Os deputados e senadores já realizaram duas reuniões para começar a debater as prioridades do Estado na destinação de emendas. Eles já se reuniram com o governador Reinaldo Azambuja e o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad. Devem marcar outras reuniões para atender entidades, como Universidades e os consórcios de municípios. A ideia é destinar recursos também para a segurança pública, especialmente o Corpo de Bombeiros, em função das temporadas de queimadas, especialmente na região do Pantanal. Outro foco dos parlamentares é para a infraestrutura de estradas. As emendas ao Orçamento de 2022 devem ser encaminhadas à Comissão Mista de Orçamento até o final de outubro.

Simone também é relatora de Desenvolvimento Regional do Orçamento/2022. Tal relatoria setorial seleciona projetos voltados à infraestrutura.  

Assessoria de imprensa

Raquel Madeira

Tags