Ato Solene no Congresso para 25 de novembro: Dia Internacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Ato Solene no Congresso para 25 de novembro: Dia Internacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher

No evento, Comissão de Combate à Violência contra a Mulher lança blog

A Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher do Congresso, a Procuradoria da Mulher do Senado e a Secretaria da Mulher da Câmara, realizaram ato solene nesta quarta-feira, dia 25 de novembro, em comemoração ao Dia Internacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher.
No evento, foi lançado o blog Mulheres no Congresso – viver sem violência (www.mulheresnocongresso.com). O blog é a ferramenta on line de divulgação do trabalho da Comissão. Nele, serão publicadas informações, vídeos, fotos e convites para as próximas reuniões e eventos, a composição da comissão, pautas, notas taquigráficas e reuniões já realizadas, além de artigos das deputadas e senadoras. É um espaço institucional aberto aos 37 integrantes da Comissão e é uma fonte de consulta para quem pesquisa e atua em relação ao tema.

A presidente da comissão, senadora Simone Tebet (PMDB-MS) disse que o colegiado tem duas grandes causas: “combater a violência contra a mulher e diminuir a discriminação racial”. Ela lamentou o aumento expressivo dos homicídios de mulheres negras.

Em 2013, morreram assassinadas quase 67% a mais de mulheres negras do que brancas, segundo o Mapa da Violência 2015, que foi apresentado durante o evento, pelo coordenador da pesquisa, Júlio Jacobo. O estudo, divulgado recentemente, revela que 13 mulheres são assassinadas por dia no Brasil.

Em seus discursos, as parlamentares manifestaram o compromisso de permanecer na luta de combate a violência contra a mulher, impedindo retrocessos em suas conquistas, ameaçada nos últimos tempos pelo conservadorismo do Congresso.

A deputada Luizianne Lins (PT-CE), relatora da comissão, disse que campanha 16 Dias de Ativismo representa o “momento-chave para que as mulheres não cedam em seus direitos conquistados”, disse.

Entre as conquistas, a representante da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman, citou a aprovação da lei do feminicídio, que agrava a pena quando crime for praticado contra a mulher por razões da condição de sexo feminino. “As mulheres brasileiras estão mudando o rumo desse país”, disse.

Assessoria de Imprensa

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

Em audiência na CMO, Simone Tebet debate LDO

Em audiência na CMO, Simone Tebet debate LDO

“Em 2025 estamos mirando a meta zero”, afirmou a ministra, lembrando que o governo age com responsabilidade fiscal e compromisso social A ministra do Planejamento…

leia mais
Ministra Simone Tebet apresenta Rotas de Integração na China

Ministra Simone Tebet apresenta Rotas de Integração na China

“Viemos aqui buscar parcerias com a iniciativa privada e com o governo chinês”, resumiu a ministra A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, o…

leia mais
Na Arábia Saudita, Tebet e Alckmin apresentam oportunidades na economia brasileira para investidores

Na Arábia Saudita, Tebet e Alckmin apresentam oportunidades na economia brasileira para investidores

Liderada pelo vice-presidente Geraldo Alckmin, delegação com ministros e empresários busca fortalecer as relações entre os países, atrair investimentos e abrir mercado para produtos brasileiros…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet