Bancada feminina quer cota por vagas e recursos para campanhas | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Bancada feminina quer cota por vagas e recursos para campanhas

As senadoras e deputadas federais decidiram promover uma ampla mobilização em favor da maior participação política no Parlamento. Um manifesto neste sentido será entregue aos presidentes das duas Casas, Renan Calheiros e Eduardo Cunha no dia 18 de março, às 14h, quando também será realizada uma comissão geral para debater a reforma política inclusiva, na Câmara dos Deputados.

Em reunião promovida pela Procuradoria Especial da Mulher do Senado, nesta quinta-feira (25), as parlamentares discutiram a apresentação de propostas de emenda à Constituição que garantam às mulheres uma cota de, no mínimo, 30% das cadeiras no Legislativo e de 30% dos recursos do Fundo Partidário.

“Estamos concentradas na representatividade da mulher”, afirmou a senadora Simone Tebet (PMDB-MS) ao defender que neste momento o foco da bancada feminina é garantir o preenchimento efetivo das vagas nos Legislativos federal, estadual e municipal. Hoje a cota exige a presença feminina para concorrer no processo eleitoral. Atualmente o Congresso Nacional é formado apenas por 10% das mulheres.

A Procuradora da Mulher, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ressaltou que, apesar de as parlamentares fazerem parte de partido diferentes, foi possível chegar a um consenso. “Vamos lutar pela defesa de vagas, não mais vagas para candidatura, mas de cadeiras, que devem se iniciar com 30% e, de forma escalonada, com um acréscimo de 5% a cada ano, até chegar a 50%”, afirmou.

Mobilização 
A bancada feminina da Câmara e Senado também vai realizar em São Paulo, no dia 26 de março, um grande ato de mobilização em prol da presença feminina nos Parlamentos. Também serão convidadas representantes da sociedade civil, deputadas estaduais e vereadoras. Esta mobilização também deve ocorrer em outras capitais como Rio de Janeiro e Brasília.

Participaram também da reunião as senadoras Marta Suplicy (PT-SP), Maria do Carmo Alves (DEM-SE), Sandra Braga (PMDB-AM), e várias deputadas, como Benedita da Silva (PT-RJ), Moema Gramacho (PT-BA), Gorete Pereira (PR-CE) e Flávia Moraes (PDT-GO).

Assessoria de Imprensa

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Ministra do Planejamento e Orçamento detalhou medidas do governo federal de apoio ao Rio Grande do Sul em entrevista; acesso à ajuda ocorre de maneira…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Iniciativa foi apresentado pela ministra Simone Tebet e pelo secretário de articulação institucional, João Villaverde, em evento com representantes da Força Sindical e de setores…

leia mais
MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

Projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico de três municípios de Mato Grosso do Sul foram aprovados pela Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), presidida pelo…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet