“Brasil precisa de um Plano Nacional de Desenvolvimento Regional”, diz Simone em primeiro discurso no Senado

Em seu primeiro discurso da tribuna do Senado, a senadora Simone Tebet (PMDB-MS) defendeu o desenvolvimento regional como forma de reduzir as desigualdades sociais.

Antes de iniciar sua fala, ela agradeceu a Deus e à população de Mato Grosso do Sul pelo desafio de seu mandato, lembrando o mandamento da Bíblia que diz: “Deus não necessariamente escolhe os capazes, mas capacita os escolhidos”.

Em relação ao desenvolvimento regional, Simone reconheceu os avanços com ações específicas, como obras de infraestrutura do Governo Federal e a criação dos Fundos Constitucionais, a exemplo do FCO. Mas lamentou que as regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste ainda não tenham uma legislação consolidada e sistemática, apesar de representarem muito na produção de matéria-prima para a indústria nacional e de serem responsáveis em boa parte pelo saldo positivo da balança comercial brasileira devido ao montante de exportações.

A senadora sugeriu a criação de um Plano Nacional de Desenvolvimento Regional para, à longo prazo, estabelecer metas a cumprir com os recursos necessários. “Assim como o Plano Nacional de Educação, nós teríamos uma programação de recurso específico de financiamento estabelecido em Orçamento da União. Dessa forma, saberíamos, desde agora, quanto seria destinado às obras de infraestrutura necessárias, para que fosse possível também levar as indústrias aos rincões mais distantes dos Municípios brasileiros”, disse a parlamentar nascida em Três Lagoas, interior de Mato Grosso do Sul.

Assessoria de Imprensa

Tags