Breve história + rotas turísticas

Divisão do Estado

O desejo de dividir o estado de Mato Grosso teve início nas primeiras décadas do século XX, com a revolta liderada pelo coronel João da Silva Barbosa. Por conta da Revolução Constitucionalista de 1932, a região sul entrou no movimento com o objetivo de concretizar o desmembramento. 

No dia 11 de outubro de 1977 nasceu Mato Grosso do Sul. O presidente Ernesto Geisel alterou a categoria de novo estado do Brasil em 1º de janeiro de 1979. Assim, ficou mais fácil de administrar e dar a devida importância à nossa localização estratégica, com facilidade de escoamento de produtos dentro e fora do Brasil, e à preservação do nosso rico ecossistema.

Atividades econômicas predominantes :

  • Agricultura: algodão, arroz, cana-de-açúcar, feijão, mandioca, milho, soja e trigo;
  • Pecuária: bovinos, suínos, equinos, ovinos e galináceos;
  • Extração mineral: ferro, manganês e calcário;
  • Indústria: alimentícia, de cimento e de mineração;
  • Turismo: ecoturismo, histórico-cultural, pesca esportiva e de negócios e eventos.

Os nossos diferenciais

Localizado na região Centro-Oeste do Brasil, faz divisa com Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Goiás,  Mato Grosso, além de Paraguai e Bolívia. Banhado pelos rios Paraná, Paraguai e seus afluentes.

A vegetação é predominantemente do cerrado, sendo o Pantanal uma das maiores planícies do estado, ocupando 65% do nosso território. A fauna e flora tem forte influência da Amazônia, cerrado, Chaco e Mata Atlântica, por isso temos espécies diversificadas e exuberantes, com destinos turísticos para lá de especiais.

Rotas turísticas traçadas pelo mosaico natural de 

7 caminhos da natureza – Rota Cone Sul

Para quem quer aproveitar bons momentos entre família e amigos em belíssimas paisagens, banhadas pelo Rio Paraná, com fragmentos da Mata Atlântica e o Planalto de Maracaju.

Para quem gosta de curtir a natureza e pescar, é uma ótima pedida. 

A rota passa por: Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Juti, Mundo Novo e Naviraí.

Bonito – Serra da Bodoquena

Destino de referência internacional do ecoturismo e turismo de aventura, com atrativos para todas as idades, desde crianças, jovens, adultos e melhor idade

Perfeito para quem quer apreciar as belezas do pantanal sul-mato-grossense, águas cristalinas em cachoeiras e balneários, além de gastronomia típica da região.

As cidades turísticas para contemplar essa região são: Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Nioaque e Porto Murtinho.

Caminho dos ipês

Os atrativos vão além das árvores consideradas uma das mais belas do país. A região oferece turismo cultural, rural, de negócios e eventos, ecoturismo e agrotecnológico.

Destinos possíveis: Campo Grande, Corguinho, Dois Irmão do Buriti, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rochedo, Sidrolândia e Terenos.

Caminhos da fronteira 

Para quem aprecia cenários ecológicos, com trilhas, rios e quedas d´águas, com diversas opções de lazer para toda a família, além de destinos históricos, com experiência multicultural, por conta da fronteira com o Paraguai.

As cidades do destino: Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Laguna Carapã, Paranhos, Ponta Porã, Sete Quedas e Tacuru.

Costa Leste

Banhado pelo Rio Paraná e os afluentes Rio Sucuriú, Rio Verde e Rio Pardo, tem como maiores atrativos os esportes aquáticos, pesca, ecoturismo, turismo rural e de negócios.

Abrange os municípios de: Água Clara, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Três Lagoas.

Grande Dourados

Destino para quem quer conhecer natureza e história, com lazer e entretenimento, além de ter oportunidades de negócios e participação em eventos.

As cidades deste destino são: Caarapó, Deodápolis, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Itaporã, Maracaju, Rio Brilhante e Vicentina.

Pantanal

Para apreciar as belezas e a biodiversidade da maior planície inundável do mundo, com muita aventura, pôr-do-sol exuberante e deliciosa culinária, com peixes, carne de gado ou carneiro e doces típicos.

Onde aproveitar: Anastácio, Aquidauana, Corumbá, Ladário e Miranda.

Rota Norte

Para quem quer vivenciar destinos com belas cachoeiras, riachos, piscinas naturais, cupins luminosos, sítios arqueológicos, grutas com pinturas rupestres, serras, morros e cânions.

As cidades para esse destino são: Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Rio Verde, São Gabriel d´Oeste e Sonora.

Vale das águas

Localizado na bacia hidrográfica do Rio Paraná, fazendo divisa com os estados do Paraná e São Paulo, esse destino possui atrativos para quem gosta de áreas rurais, pesqueiros e praias de água doce.

As cidades para aproveitar a região: Angélica, Batayporã, Ivinhema, Jateí, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul e Taquarussu.

Tags