Congresso derruba veto e garante mais recursos à Cultura | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Congresso derruba veto e garante mais recursos à Cultura

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) comemorou a derrubada dos vetos do presidente Jair Bolsonaro à Lei Aldir Blanc 2 e à Lei Paulo Gustavo. Dessa forma, o setor, um dos mais impactados pela pandemia, poderá contar com recursos extra da ordem de R$ 6,8 bilhões. Ambas as leis foram criadas para incentivar atividades culturais via estados e municípios. “Cultura valorizada. Derrubamos o veto de Bolsonaro e garantimos recursos para artistas e profissionais da cultura. É o reconhecimento do Congresso a um dos setores mais afetados pela pandemia e que não pode ser deixado para trás”, disse.
O veto à Lei Aldir Blanc 2 foi rejeitado por 414 deputados federais e a unanimidade dos 69 senadores que votantes. A Política Nacional Aldir Blanc de Fomento à Cultura autoriza que exposições, festivais, festas populares, feiras e espetáculos, prêmios, cursos, concessão de bolsas de estudo e realização de intercâmbio cultural podem ser financiadas. O dinheiro também poderá ser usado para aquisição de obras de arte, preservação, organização, digitalização do patrimônio cultural, construção ou reforma de museus, bibliotecas, centros culturais e teatros, aquisição de imóveis tombados para instalação de equipamentos culturais e manutenção de companhias e orquestras.
O veto presidencial à Lei Paulo Gustavo foi derrubado pelos 66 senadores que votaram e por 356 deputados.
O texto autoriza repasse de cerca de R$ 3,86 bilhões em recursos federais a estados e municípios para fomento de atividades e produtos culturais. A iniciativa é uma forma de amenizar os efeitos da pandemia. A verba deve sair do superávit financeiro do Fundo Nacional de Cultura (FNC) e deverá ser operada diretamente por estados e municípios.
Artistas, empresários, produtores e secretários de Cultura estavam presentes no Plenário no momento da votação pelo Congresso Nacional, na noite desta terça-feira (5).

Violência contra a mulher
Além destes, o Congresso derrubou outros vetos, como que trata do acompanhamento da Política Nacional de Informações Estatísticas Relacionadas à Violência contra a Mulher (Pnainfo). O veto parcial de Bolsonaro havia atingido trechos do texto que originou a Lei 14.232/2021.
Dessa forma, fica mantida a criação de um comitê integrado por representantes dos três Poderes para acompanhar a implantação da Pnainfo, com coordenação de um órgão do Executivo Federal.
A Lei 14.232 determina a criação do Registro Unificado de Dados e Informações sobre Violência contra as Mulheres. Nele, deve ser inserido o quantitativo de mortes violentas de mulheres no registro nacional; dados administrativos sobre atendimentos especializados; e sobre políticas públicas. A legislação também permite que órgãos estaduais e municipais participem da Pnainfo e destinem dotações orçamentárias para custeá-la.

A senadora Simone Tebet ressalta a importância de dados confiáveis para que sejam elaboradas boas políticas públicas de combate a este tipo de violência. Logo no início do mandato, ela criou o Observatório da Mulher contra a Violência, no âmbito do Senado, para auxiliar nas pesquisas e coleta de informações, a fim de colaborar com a atuação legislativa nesta área.

+ Notícias

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A comitiva do governo federal realizou ainda uma visita técnica ao porto de Tabatinga no Amazonas O Acre, um dos Estados mais isolados do país…

leia mais
Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet