“É menos Lula e Bolsonaro e mais Brasil!”, afirma Simone Tebet em encontro com jovens empresários em Fortaleza, no Ceará | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

“É menos Lula e Bolsonaro e mais Brasil!”, afirma Simone Tebet em encontro com jovens empresários em Fortaleza, no Ceará

Candidata cumpriu agenda ao lado de Tasso Jereissati e Roberto Freire: “Homens que me inspiram e que me trouxeram até aqui”

Um almoço com jovens empresários encerrou a visita de Simone Tebet nesta quinta-feira (15/9) a Fortaleza, no Ceará. O encontro, em um restaurante do bairro São João do Tauape, foi organizado por George Martins, presidente da Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza (AJE) e permitiu que Simone apresentasse as principais propostas de seu plano de governo para recuperar a dignidade das famílias brasileiras por meio da geração de empregos.

Em determinado momento de seu discurso, Simone afirmou: “Por onde a gente passa, temos que plantar sementes. A vida é isso”. A frase foi uma recordação de pessoas importantes em sua vida particular e pública, pessoas como o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Roberto Freire, presidente do Cidadania, ambos presentes no encontro e a quem ela tratou como “homens que me inspiram e que me trouxeram até aqui” e “figuras públicas que foram e são referência”.

Tasso, por sua vez, observou: “Simone é a única candidata capaz de restaurar a união do país, um país sem ódio. É preciso unir para haja liberdade, com respeito aos pensamentos diferentes e para convivermos com as divergências. É assim que a democracia foi construída no mundo todo”.

Em outro momento de sua fala, Simone disse que é preciso um país inclusivo “é menos Lula e Bolsonaro e mais Brasil; é menos Lula e Bolsonaro e mais 215 milhões de brasileiros.” Depois , falou sobre a urgência de garantir vagas de trabalho formais, e que isso só será possível se a economia voltar a crescer de forma sustentável, mantendo a inflação sob controle e as contas públicas em ordem. A candidata destacou ainda a importância de estabelecer mecanismos para ampliar o microcrédito e unificar programas com foco em inclusão, com atenção especial a mulheres, empreendedoras, pessoas com deficiência e regiões de menor renda.

Tudo isso, disse Simone, também é importante para enfrentar o problema maior do país, a fome: “O Brasil voltou a fazer parte do Mapa da Fome. Hoje, de cada dez famílias brasileiras, três passam fome todos os dias. Ainda assim, diante de jovens empreendedores e profissionais liberais, faço um pedido: não desistam do Brasil. Sobre como gerar emprego e renda, repito que nada disso será possível com essa polarização, com esse discurso de ódio do nós contra eles. Com esses dois candidatos que hoje pontuam as pesquisas, o Brasil não vai ter paz. Eu estou disposta a debater com a sociedade a respeito de todas as nossas propostas de governo. Nós temos a melhor equipe. Temos uma visão liberal da economia, mas sabemos muito a respeito da importância da pauta de direitos humanos, especialmente para a juventude. Um país que alimenta 800 milhões de pessoas no mundo não pode ter 5 milhões de crianças brasileiras que vão dormir com fome todos os dias. Teremos transferência de renda permanente, de R$ 600, mas a verdadeira revolução é ter a educação como prioridade pela primeira vez na história do Brasil”.

“Chegou a hora de fazermos valer a Lei da Responsabilidade Social, com prazos e metas para acabar com a miséria e diminuir a pobreza. Faremos isso por meio do projeto Poupança Jovem. Hoje, diante de uma legião de 30 milhões de jovens que nem estudam nem trabalham, vamos pagar para que esse jovem conclua o ensino médio. E se ele concluir, pagaremos R$ 5 mil para que ele use da forma que ele quiser. Aí sim, não haverá guerra nem pandemia que derrubará o Brasil”, observou.

COLETIVA DE IMPRENSA

MENSAGEM AOS JOVENS – Ao responder a um jornalista sobre qual mensagem ela gostaria de deixar para os jovens, Simone afirmou: “Não desistam do Brasil, pois ele nunca precisou tanto de vocês. E não desistam da política. E não pensem que política é isso que está aí. Essa radicalização e esse ódio. Isso não é boa política. A política é a arte de realizar os sonhos das pessoas. Não há nada fora da política. Não tem como a gente fazer a creche que a mãe precisa, a gerar empregos para a população… Que vocês, jovens, em qualquer espaço, candidatos a cargos políticos ou não, estejam sempre do lado certo da história, estejam sempre apoiando a boa política brasileira. Ninguém é feliz, vendo a infelicidade alheia. Esta é uma terra abençoada. Eu fico muito triste quando escuto: o Nordeste tem a menor taxa de desenvolvimento humano, o Nordeste tem os menores indicadores de desenvolvimento humano, tem as maiores regiões consideradas violentas. Olha a grandeza desta terra. Com a tecnologia é possível irrigar o agreste, o sertão. Você consegue produzir. O que precisa, apenas, é honestidade para que esse dinheiro chegue aqui, no Nordeste inteiro. A corrupção mata. Nós não podemos banalizar a corrupção”.

IMPORTÂNCIA DAS PPPs – Sobre uma pergunta relacionada à importância das parcerias público-privadas, Simone disse: “Esta é uma área que eu domino por ter dado aula 12 anos sobre concessões e permisões. A primeira regra que foi feita no passado pelo PT foi coibitiva para o setor privado. O investidor interessado em participar daquilo com uma ferrovia que corta o país, por exemplo, olhava as cláusulas e concluía : ‘Não vou ter lucro nenhum. E se vier uma pandemia ou uma guerra, eu vou quebrar’. Quando O governo Temer reformulou a legislação, e a simplificou verdadeiramente, nós passamos a ter a iniciativa privada como parceira de fato. Nós não podemos tratar a iniciativa privada como inimiga. Temos que entender que a iniciativa privada vem para ter lucro sim. Quem não tem que ter lucro é o Estado. A iniciativa privada sim, desde que preste serviços de qualidade com preços razoáveis nas tarifas. Assim, dessa forma, essas parcerias dão certo”.

Assessoria de Imprensa

+ Notícias

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A comitiva do governo federal realizou ainda uma visita técnica ao porto de Tabatinga no Amazonas O Acre, um dos Estados mais isolados do país…

leia mais
Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet