"Esse é o conselho da reconstrução e do diálogo", comemorou a ministra Simone Tebet | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

“Esse é o conselho da reconstrução e do diálogo”, comemorou a ministra Simone Tebet

Durante cerimônia de recriação do Conselho do Desenvolvimento Econômico Social e Sustentável, ministra pediu suporte na missão de conciliar responsabilidade fiscal com compromisso social

Nesta quinta-feira (4/5) o presidente Lula assinou decreto instituindo o Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável, o chamado Conselhão. Criado em 2003 no primeiro mandato do presidente, o conselho havia sido extinto em 2019. Durante a cerimônia, o presidente destacou que “esse é o espaço onde buscaremos os entendimentos que a nação brasileira precisa para vencer os grandes e urgentes desafios que se colocam à nossa frente. E, para isso, precisamos do engajamento da sociedade como um todo”.

Sobre a diversidade de participação do Conselho, que conta com 246 participantes de diversos setores da sociedade civil, o presidente afirmou: “O que vemos aqui hoje não é apenas o retrato do Brasil que somos, mas também o retrato do Brasil que queremos ser. Estou falando de um Brasil no qual o diálogo e a busca de consensos serão sempre mais fortes que o ódio e as tentativas fracassadas de desunir o país”.

O vice-presidente Geraldo Alckmin, também presente na cerimônia, aproveitou a ocasião para lembrar que “o que todos nós queremos é crescimento, emprego e renda”. O vice-presidente registrou o recuo da Indústria para 10% do PIB e afirmou que imposto, juro e câmbio explicam esse cenário. Para ele, a reforma tributária irá simplificar e agir nas causas do baixo desempenho. “Arcabouço ajuda juro, acordos ajudam comércio internacional e tb produtividade”, pontuou Alckmin.

“O povo voltou ao poder” assim a ministra Simone Tebet iniciou a sua participação no evento. A ministra lamentou todos os retrocessos ocorridos no país nos últimos quatro anos, a condução da pandemia e lembrou a extinção do Ministério do Planejamento e Orçamento pela gestão anterior. “O Ministério do Planejamento voltou e o Conselhão voltou”, destacou a ministra “O Conselhão é um braço do planejamento do Brasil, o que as senhoras e senhores irão fazer a partir de agora é nos auxiliar, estaremos a partir de agora implantando o planejamento participativo, a determinação do presidente Lula foi categórica, eu quero o pobre no orçamento, mas não apenas o pobre, a primeira infância, o jovem, a diversidade, a sustentabilidade, as ações em políticas públicas na sua transversalidade”

A ministra pediu aos conselheiros suporte no cumprimento da grande missão, segundo ela, que é conciliar algo que não é distante: a responsabilidade fiscal com compromisso social. “É possível gastar bem o pouco que se tem, é possível ter responsabilidade fiscal, com as contas públicas, cumprindo todos os compromissos de campanha do presidente Lula, que são também os nossos compromissos”, ponderou Tebet.

Já o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que “precisamos arrumar o que está desarrumado e apertar os parafusos. O Brasil tem tudo para crescer forte, tenho muita esperança que esse conselho nos ajude a aprimorar os programas e as políticas públicas”.

Durante o evento a prioridade  no combate à desigualdade social foi defendida por alguns dos conselheiros, como Luiza Trajano, do Magazine Luiza,  Marco Aurélio Carvalho, do grupo Prerrogativas, e Neca Setubal, da Fundação Itaú. Os sindicalistas Miguel Torres, da Força Sindical, e Sérgio Nobre, da CUT, defenderam um modelo de crescimento inclusivo, com geração de emprego e renda. Torres, da mesma forma que Setubal, lembrou que as políticas públicas precisam ter caráter regional para incluir as regiões menos desenvolvidas. O empresário Abílio Diniz defendeu o engajamento dos conselheiros na defesa e aprovação da Reforma Tributária, pauta que foi encampada por Tebet. “Nunca vi um momento tão maduro para aprovarmos a reforma tributária. Quem sabe sai do Conselhão, como primeiro encaminhamento, a prioridade de aprovação da Reforma” , defendeu a ministra do Planejamento e Orçamento.

Plano Plurianual – PPA

Tebet lembrou o início do planejamento participativo para construção do Plano Plurianual (PPA) do quadriênio 2024-2027 e a ida da ministra e da equipe do MPO a todas as capitais brasileiras nos próximos dois meses para ouvir os conselhos da sociedade civil. A ministra pontuou que “nós já estamos fazendo do presente o futuro dos nossos sonhos, o Brasil é para já, nós temos essa consciência. Vamos fazer o presente, mas sem esquecer que nos próximos quatro anos nós temos condições de mudar o futuro do Brasil. Encerrando sua fala no evento a ministra Simone Tebet destacou que as sugestões do Conselhão serão incorporadas ao PPA, que é a base para as demais leis orçamentárias.

Para a ministra “Esse é o conselho da união, por que é disso que o Brasil precisa, acabar com a polarização e unir a nossa gente, é o conselho da reconstrução por que temos que reconstruir o Brasil em outras bases, é o conselho do diálogo, por que é nas divergências e nos diferentes que nós vamos encontrar a saída para os problemas do Brasil”. Tebet reforçou ainda que “não podemos nos esquecer, depois do susto que nós passamos, isso tudo está dentro de um grande guarda-chuva, esse é o Conselhão da democracia, repaginado, fortalecido nas bases do amor ao Brasil e da defesa intransigente da democracia e da cidadania.

+ Notícias

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Ministros Simone Tebet e Waldez Goes visitam ponte binacional que ligará Brasil ao Paraguai

Ministros Simone Tebet e Waldez Goes visitam ponte binacional que ligará Brasil ao Paraguai

A ponte é obra fundamental da Rota Bioceânica, que integra o trecho 4 das Rotas de Integração Sul-Americana A equipe do Ministério do Planejamento e…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet