Moção de Repúdio - Estupro Coletivo | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Moção de Repúdio – Estupro Coletivo

A Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher do Congresso Nacional, a Procuradoria Especial da Mulher do Senado, a Procuradoria da Mulher e Coordenadoria dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados e a Comissão Permanente de Defesa dos Direitos das Mulheres da Câmara dos Deputados representando toda a bancada feminina do Legislativo Federal brasileiro, repudiam, com veemência, a barbárie praticada contra a jovem carioca, no dia 21 de maio, estuprada por 33 homens, e contra a jovem piauiense, também violentada, um dia antes, por cinco homens.

Manifestamos pesar e prestamos solidariedade às vítimas e suas famílias. Sem nos esquecermos, no entanto, de todas as brasileiras que têm seu corpo e dignidade violados diariamente em todo o País.

Esse crime hediondo não pode ficar impune. O Brasil não tolera mais a banalização dos estupros coletivos, como se fôssemos uma sociedade ainda primitiva. Além do ato desumano, os criminosos expõem a humilhação das vítimas nas redes sociais. Essa prática é repugnante e deve ser punida com rigor.

A bancada feminina do Congresso Nacional conclama a Polícia Civil e o Ministério Público estaduais, responsáveis pelos casos, a promover profunda apuração dos fatos e punição máxima aos agressores destes atos insanos e repugnáveis, frutos da cultura patriarcal permissiva, que sujeita as mulheres ao lugar de submissão à força bruta imposta pelo poder masculino em nossa sociedade.

Clamamos por Justiça e atuação humanizada pelo fortalecimento da rede de atendimento a mulheres em situação de violência em todo o Brasil.

Como ação imediata, deveremos acelerar a tramitação do projeto de Lei nº 2265/2015, apresentado pela Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, e do Projeto de Lei do Senado nº 618/2015, de autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). As proposições aumentam a pena para o crime de estupro cometido por duas ou mais pessoas.

A luta de combate à violência contra a mulher só terá efetividade com o empoderamento das mulheres. Respeito e reconhecimento só se gera com respeito e reconhecimento.

A bancada feminina do Congresso irá acompanhar de perto os desdobramentos deste lamentável episódio para que ações de prevenção à violência possam verdadeiramente acabar com as violações de gênero em nosso país.

Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher
Procuradoria Especial da Mulher do Senado
Procuradoria da Mulher e Coordenadoria dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados
Comissão Permanente de Defesa dos Direitos das Mulheres da Câmara dos Deputados

Assessoria de Imprensa

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

Rotas de integração sul-americana contribuirão para reduzir as desigualdades regionais e sociais, afirma Tebet em audiência no Senado

Rotas de integração sul-americana contribuirão para reduzir as desigualdades regionais e sociais, afirma Tebet em audiência no Senado

As obras já estão incluídas no Novo PAC, não geram impacto fiscal e vão estimular o comércio, a renda e o emprego, disse a ministra…

leia mais
No Pantanal, ministras Simone Tebet e Marina Silva enfatizam planejamento e parceria com governo estadual no combate aos incêndios

No Pantanal, ministras Simone Tebet e Marina Silva enfatizam planejamento e parceria com governo estadual no combate aos incêndios

Tebet reafirma que não faltarão recursos para enfrentar os incêndios no Bioma; ministra sobrevoou a região e se reuniu com bombeiros, brigadistas, governador e representantes…

leia mais
Cáceres-MT recebe plenária para discutir as Rotas de Integração Sul-Americana

Cáceres-MT recebe plenária para discutir as Rotas de Integração Sul-Americana

“Não há Brasil forte sem olhar para o interior”, afirmou a ministra Simone Tebet O município de Cáceres, no Mato Grosso, recebeu nesta manhã (21/06)…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet