Petrobras deve garantir gás para empresa que comprar UFN3

A senadora Simone Tebet (MDB-MS), informou nesta quinta-feira, que a Petrobrás deve vender o gás necessário à Unidade de Fertilizantes Hidrogenados, UFN3, em Três Lagoas (MS). Este foi um dos entraves que teria inviabilizado a compra da fábrica pela empresa Acron no final do ano passado. A Acron havia fechado acordo com a estatal de energia da Bolívia (YPFB) para o fornecimento de gás às unidades da empresa no Brasil. No entanto, com a saída do presidente Evo Morales, o país desistiu do negócio.

Outro ponto que a senadora Simone considerou muito positivo foi a decisão da Petrobrás de deixar de vincular a compra da UFN3, à da Araucária Nitrogenados (Ansa), fábrica de fertilizantes no Paraná, que vem apresentando prejuízos há anos.

“Essa fábrica será a galinha dos ovos de ouro, tem o potencial de gerar mais de 10 mil empregos diretos e indiretos no Mato Grosso do Sul e trará o impacto positivo para o Brasil”, disse em entrevista ao programa Povo na TV, do SBT. Para Simone, esses dois pontos são fundamentais para incentivar o interesse de diversas empresas na licitação, inclusive o da Acron, que já estava em avançado processo de negociação.

“Por que foi difícil vender, porque eles amarraram a venda a uma fábrica que dava prejuízo no Paraná. Agora, também não vamos mais precisar do gás da Bolívia. Quem sabe, já no final do ano, teremos a retomada dessa fábrica?”, disse.

Simone também comentou que, em conversa com o secretário da Semagro, Jaime Verruck, foi informada de que a Petrobras pode lançar as novas regras da licitação de maneira a facilitar o processo em fevereiro.

Assessoria de imprensa