Reforma tributária, plano de desenvolvimento regional e PPA podem alavancar regiões hoje menos desenvolvidas, diz Tebet | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Reforma tributária, plano de desenvolvimento regional e PPA podem alavancar regiões hoje menos desenvolvidas, diz Tebet

Ministra do Planejamento e Orçamento recebeu os vice-governadores do Tocantins, Piauí, Roraima e Ceará

A importância da reforma tributária para incentivar o desenvolvimento regional foi um dos pontos da conversa entre a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, e os vice-governadores do Tocantins, Piauí, Roraima e Ceará, nesta segunda-feira (8/5), na sede do Ministério. A ministra fez uma defesa enfática da reforma tributária, defendeu a importância do país ter um Plano de Desenvolvimento Regional e lembrou que esse é o ano da elaboração do Plano Plurianual, o PPA. “Essas três ações juntas, a médio prazo, e estou falando de 20 anos, vão permitir que tenhamos um outro Centro-Oeste, um outro Nordeste, um outro Norte, mais desenvolvidos e mais igualitários”, ponderou.

Laurez Moreira, vice-governador do Tocantins, defendeu que o país precisa incentivar a produção e exportação de alimentos processados e outros produtos industrializados, agregando valor à produção e gerando empregos, no lugar de incentivar o comércio exterior de commodities. Tebet lembrou que a reforma tributária vai aumentar a competitividade da indústria nacional, hoje afetada pela competição asiática.

Ao apresentar o PPA e convidar os vice-governadores a participarem das plenárias que começam nesta quinta-feira (a primeira plenária será dia 11/5, em Salvador, na Bahia, com a presença do presidente Lula), a ministra ponderou que o planejamento é fundamental para que o país melhore a qualidade e a efetividade do gasto público. Como o PPA 2024-2027 será participativo, ele vai “virar uma lei com apelo popular”. “Hoje gastamos mal os recursos públicos porque ainda não temos a cultura do Planejamento, e o PPA vem para nos ajudar a mudar isso. Ele vai deixar claro nossas metas e os indicadores relacionados a elas”, explicou.

Para Jade Romero, vice-governadora do Ceará, “desenvolvimento regional, definição de diretrizes e planejamento” são fundamentais e estão ligados. Ela defendeu que o PPA avance em marcadores fiscais que deixem claro as políticas públicas de inclusão de gênero e raça. Além de Romero e Moreira, também participaram os vice-governadores Edilson Damião, de Roraima, e Themistoles Filho, do Piauí.

  Foto: Washington Costa/MPO

+ Notícias

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Ministra do Planejamento e Orçamento detalhou medidas do governo federal de apoio ao Rio Grande do Sul em entrevista; acesso à ajuda ocorre de maneira…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Iniciativa foi apresentado pela ministra Simone Tebet e pelo secretário de articulação institucional, João Villaverde, em evento com representantes da Força Sindical e de setores…

leia mais
MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

Projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico de três municípios de Mato Grosso do Sul foram aprovados pela Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), presidida pelo…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet