Simone Tebet garante R$ 30 mi para combater a Covid-19 em MS

Dinheiro já está chegando nas prefeituras

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) garantiu a 29 municípios de Mato Grosso do Sul cerca de R$ 30 milhões em recursos para o combate à Covid-19. Segundo ela, o valor vai servir para a compra de remédios, equipamentos, respiradores, material de proteção individual e para manter UTIs abertas. “Infelizmente, o coronavírus está começando a fazer vítimas fatais em MS. Ainda não estamos no pico, mas estamos numa ascendente perigosa. Então, esse recurso será um alento para nossos hospitais regionais e Santas Casas”, disse.

Simone explicou que o recurso extra é fruto do trabalho do Congresso. Ele lembrou do projeto que destina R$ 2 bilhões para Santas Casas, e da aprovação de Medidas Provisórias que reservam mais R$ 6 bilhões para o combate à Covid-19. Ela solicitou a destinação de recursos para hospitais em municípios-polo de Mato Grosso do Sul para que a população possa ser atendida em suas regiões e não precise se deslocar até Campo Grande, superlotando o sistema hospitalar da capital.

A senadora Simone Tebet reservou R$ 5 milhões para Dourados, que hoje tem a maior quantidade de casos. Três Lagoas também receberá R$ 5 milhões para atender a toda a população do bolsão. A senadora destinou, ainda, R$ 2 milhões para Ponta Porã; quase R$ 1,7 milhão para Corumbá e R$ 1 milhão para municípios de porte médio: Amambai, Aquidauana, Coxim, Nova Andradina, Maracaju, Rio Brilhante e Naviraí. Os demais municípios receberão conforme tabela anexa.

“Fomos dividindo de acordo com as necessidades justamente para que a população receba atendimento no local sem precisar atravessar o estado e se deslocar até Campo Grande, correndo o risco de o paciente ficar ainda mais debilitado no trajeto e podendo provocar a superlotação do sistema hospitalar da nossa capital”, disse.

“Eu estive em Brasília há cerca de 15 dias conversando no Ministério da Saúde. Solicitei que fosse logo liberado este recurso. Consegui garantir cerca de R$ 30 milhões para que a nossa população possa ser contemplada com o atendimento médico necessário. O dinheiro já está chegando nas prefeituras para ser repassado imediatamente aos hospitais regionais. É uma forma de, nesse momento em que a pandemia se agrava em MS, garantirmos saúde para a nossa população e preservar vidas”, disse.

O Ministério da Saúde publicou portaria nesta quarta-feira (1) à noite com a relação de todos os municípios brasileiros contemplados pela transferência de recursos financeiros previstos na Medida Provisória (MP) 969, e de parte dos recursos previstos nas MPs 924, 940, 947, 976, aos Estados, Distrito Federal e Municípios para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus. Estas MPs foram publicadas entre março e junho deste ano. O montante para todo o Brasil corresponde a R$ 13,8 bilhões. O valor já começou a ser disponibilizado aos governos e prefeituras em parcela única.

Saúde e Economia

A senadora também lembrou da atuação do Congresso para minimizar os efeitos da crise econômica. “O CN tem trabalhado muito na preservação da renda e do emprego”. Ela lembrou do auxílio emergencial de R$ 600 e R$ 1.200 para os vulneráveis e das medidas para auxiliar os empregadores. “Aprovamos medidas para proteger quem emprega (micro, pequenos e médios comerciantes e empresários). Vamos passar juntos por essa crise e sair mais fortalecidos. Acredito que em agosto vamos começar a voltar à normalidade, com responsabilidade”, finalizou.