Simone Tebet apoia socorro a setor de eventos e turismo

O Senado aprovou, na noite desta terça-feira, o projeto (PL 5638/2020) que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). É uma série de ações emergenciais e temporárias para compensar os efeitos da pandemia de convid-19. O objetivo do Perse é promover crédito, preservar empregos, manter capital de giro das empresas, financiar tributos e obter desoneração fiscal.

O setor, que engloba 52 segmentos (segurança, marketing, transporte, logística, hospedagem, alimentação, infraestrutura e centros de convenções), foi um dos mais impactados pela crise sanitária. Muitas empresas tiveram de paralisar completamente suas atividades. O Senado incluiu outras categorias no Perse, como empresas de som, luz, foto, vídeo, multimídia, operadores e buffets sociais e infantis.

Durante a votação da matéria, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) ressaltou a importância de apoiar o setor que emprega milhões de brasileiros e movimenta a economia brasileira. “Se trata de justiça a um setor que está há praticamente um ano parado. Estamos falando de 60 mil empresas que amargam prejuízos bilionários. Esse projeto faz justiça a esse setor. É um plano de recuperação com linhas de crédito, parcelamento de dívidas, entre outras ações”, disse. A senadora ressaltou o papel do Senado neste momento em que o País continua batendo recordes de mortes por Covid-19 e de dificuldades na superação da crise econômica.

Como o projeto foi alterado no Senado, retorna a apreciação dos deputados. O texto foi relatado pela senadora Daniella Ribeiro (PP-PB). O autor é o deputado Felipe Carreras (PSB-PE).

Assessoria de imprensa

Raquel Madeira