Simone Tebet assume Ministério do Planejamento e Orçamento sob o compromisso de ‘dar visibilidade aos invisíveis’ | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet assume Ministério do Planejamento e Orçamento sob o compromisso de ‘dar visibilidade aos invisíveis’

Ministra afirmou que todos os brasileiros estarão representados no planejamento e orçamento, sem descuidar da responsabilidade fiscal

Nesta quinta-feira (5/1), a nova ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, tomou posse no cargo, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto. Na oportunidade, Tebet destacou que “os pobres estarão prioritariamente no orçamento público, mas não apenas eles: a primeira infância, jovens, idosos, mulheres, negros, povos originários, pessoas com deficiência, a comunidade LGBT e os trabalhadores. Todos estarão no orçamento. Passou da hora de dar visibilidade aos invisíveis. Temos de abarcar todas essas necessidades sem causar desarranjo nas contas públicas”, afirmou em seu discurso.

A diversidade do povo brasileiro – que marcou a entrega da faixa presidencial a Luiz Inácio Lula da Silva no último domingo – estará refletida no orçamento e planejamento federal, ajudando a promover a união, a pacificação e a reconstrução do país, com defesa da vida, da diversidade e do meio ambiente, assegurou Simone Tebet. “Quando o presidente Lula dá sua ordem e lança uma missão para todos nós, todos os ministros e ministras, de que se cumpra a Constituição, o que ele está dizendo é que ele quer o povo brasileiro nas políticas públicas e no orçamento”, reforçou.

Ela apontou a importância da retomada de atenção a ações nas áreas de Educação, Saúde, Meio Ambiente, Segurança Pública, Moradia e Habitação, não apenas na elaboração anual, mas em planejamento que norteie o crescimento do país durante décadas. “O Plano Plurianual vai ser feito por diversas mãos, com a participação dos poderes, com a sociedade civil”, declarou Simone Tebet.

A ministra defendeu a aprovação urgente da reforma tributária, para garantir menos tributos do consumo, que pressiona os mais pobres. O foco – salientou – é permitir que o Brasil migre para um sistema tributário menos regressivo, com simplificação e justiça tributária. “Somente assim teremos o crescimento necessário para garantir os empregos e renda para nossa população brasileira”, afirmou. Juntos, os integrantes de toda a equipe econômica vão combater a inflação, os juros altos, o aumento da dívida pública, mas também agir para acabar com a miséria e a fome, acrescentou a ministra.

Outro ponto de atenção anunciado pela nova ministra é a elaboração de um Plano Nacional de Desenvolvimento Regional: “É preciso atacar as diferenças sociais e regionais para que não tenhamos mais a vergonhosa situação de ter a cara de uma mulher do Nordeste como a cara mais pobre do Brasil”.

Simone Tebet ressaltou a importância de receber do presidente Luiz Inácio Lula da Silva o convite para assumir o Ministério do Planejamento e Orçamento – mesmo após ter manifestado divergências na condução da pauta econômica. “É isso que quero, porque eu sou um presidente democrata”, foi a resposta do presidente da República, relatou a ministra. “E um presidente democrata não quer apenas os iguais; quer os diferentes para se somar. Porque é assim que se constrói uma ação soberana, igual, justa e para todos”, concluiu a nova titular do Planejamento.

O discurso de posse da ministra também celebrou o início do novo governo. Simone Tebet afirmou que chegava ao fim um período de quatro anos de negacionismo, de ataques à vida e à democracia, com discursos de ódio e propagação de mentiras, o que gerou divisão entre os brasileiros.

Na cerimônia de posse, estiveram ao lado de Simone Tebet o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin; o ex-presidente da República, José Sarney; o ministro da Casa Civil, Rui Costa; o ministro da Fazenda, Fernando Haddad; a ministra da Gestão e da Inovação dos Serviços Públicos, Esther Dweck; a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco; a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA); o senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB) e o deputado federal Isnaldo Bulhões Júnior (MDB-AL).

+ Notícias

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A comitiva do governo federal realizou ainda uma visita técnica ao porto de Tabatinga no Amazonas O Acre, um dos Estados mais isolados do país…

leia mais
Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet