Simone Tebet declara voto favorável a auxílio de R$ 400, com alternativas certas bancar o benefício

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) declarou ser favorável ao aumento do Bolsa Família de R$ 189 para o chamado Auxílio Brasil de R$ 400. Mas ressaltou que é preciso encontrar saídas corretas para garantir o pagamento do benefício a cerca de 17 milhões de famílias, sem furar o teto de gastos nem desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal.
Em entrevista ao Grupo Feitosa de Comunicação, na manhã desta segunda-feira (25), ela comentou que o jeito mais fácil de ampliar o valor do benefício é quebrando as regras do jogo, mas a consequência será a desconfiança do mercado, do setor produtivo, redução de investimentos, o aumento do dólar e da inflação.

“Esse caminho não serve. A responsabilidade fiscal existe para garantir justiça social. E há o caminho certo: Há muita gordura para se queimar, há muito descaso com dinheiro público. Há, por exemplo, uma camada muito grande de servidores públicos que recebem acima do teto, os chamados supersalários”, para Simone retirar o excesso dos que ganham além do previsto na Constituição já serviria para pagar metade do montante necessário para custear o Auxílio Brasil.

“Há maneiras fáceis e há maneiras certas. A certa é mais demorada porque mexe com lobby, com interesses de gente importante. O Congresso precisa encontrar o caminho certo sob pena de não sairmos nunca da crise. Vou votar favoravelmente, mas buscando alternativas certas para não fazer com que a classe média pague novamente essa conta, que é salgada”, disse.

Tags