Simone Tebet destina recursos para construção de Centros de Referência de Atendimento à Mulher na fronteira | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet destina recursos para construção de Centros de Referência de Atendimento à Mulher na fronteira

Em Mato Grosso do Sul, Ponta Porã e Corumbá serão beneficiados

A Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher (CMCVM) aprovou nesta terça-feira (18) a emenda da senadora Simone Tebet (PMDB-MS) à LOA/2017 que destina R$ 120 milhões para a Ação Orçamentária de construção da Casa da Mulher Brasileira e de Centros de Atendimento às Mulheres nas regiões de fronteira seca. Em Mato Grosso do Sul, serão beneficiados os municípios de Corumbá e Ponta Porã. Os terrenos para a construção destes Centros no Estado já foram cedidos. A licitação para viabilizar o início das obras deve ocorrer até o final do ano.

Os Centros de Atendimento às Mulheres nas regiões de fronteira seca têm como principal função o combate ao tráfico de mulheres. Também auxiliam no atendimento às vítimas de violência doméstica e familiar.

Os recursos destinados na emenda de Simone Tebet ainda serão usados para ajudar na conclusão de Casa da Mulher Brasileira com obras adiantadas, como as de São Paulo e do Maranhão.
Simone ressaltou a importância de lutar pela liberação de recursos orçamentários e lembrou que Campo Grande (MS) foi a primeira capital a inaugurar a Casa da Mulher Brasileira.

“Todas nós juntas vamos fazer esforços para que grande parte desses recursos possam ser empenhados em 2017”, disse Simone Tebet, presidente da CMCVM, durante a votação do relatório das emendas.

R$ 400 milhões para o combate à violência contra a mulher

Ao todo, a relatora, deputada Conceição Sampaio (PP-AM), selecionou as emendas da CMCVM ao Orçamento de 2017 que destinam R$ 400 milhões para políticas de prevenção, assistência e repressão no combate à violência contra a Mulher. Das 42 emendas apresentadas pelas deputadas e senadoras no colegiado, Conceição Sampaio reuniu as de maior valor que tratavam das ações referentes ao atendimento às mulheres em situação de violência (R$ 180 milhões); à construção de Casas da Mulher Brasileira e dos Centro de Referência (R$ 120 milhões); às de ações de promoção de políticas de igualdade e direitos mulheres (R$ 100 milhões); e as de ações de fortalecimento da autonomia das mulheres (R$ 100 milhões).

Estas emendas serão encaminhadas para análise da Comissão Mista de Orçamento (CMO), à qual cabe o exame do projeto de lei orçamentária.

Assessoria de Imprensa

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A comitiva do governo federal realizou ainda uma visita técnica ao porto de Tabatinga no Amazonas O Acre, um dos Estados mais isolados do país…

leia mais
Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet