Simone Tebet diz que pauta federativa não é contrária ao governo, mas a favor de estados e municípios | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet diz que pauta federativa não é contrária ao governo, mas a favor de estados e municípios

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) acredita que o governo não deve propor uma discussão de reforma tributária como uma maneira de impor a sua vontade ao Congresso Nacional.

Ela lembrou que o Poder Legislativo criou uma comissão para propor regras de um novo pacto federativo, especialmente no que toca à distribuição do dinheiro arrecadado entre a União, os Estados e os Municípios.
Mas segundo reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, no último fim-de-semana, o governo discute o assunto para desarmar eventual pauta legislativa, relatou a senadora.

Simone Tebet afirmou que a pauta do Congresso Nacional não é contrária ao governo, mas a favor dos estados e municípios, cujos governadores e prefeitos vêm a Brasília, anualmente, atrás de dinheiro para concluir obras e entregar serviços essenciais à população. Para a senadora, o que o país fez, nos últimos anos, foi retalhar o sistema tributário, prejudicando os estados e municípios que, cada vez mais, acumulam obrigações sem receber dinheiro suficiente para cumpri-las.

E quem mais sofre com isso, lembrou ela, é a população, cada vez mais carente de serviços públicos adequados nas áreas de saúde, educação e segurança, por exemplo.

— Na constituição de 1988, 80% da arrecadação, excluindo a questão previdenciária, eram de impostos, que eram e são divididos com estados e municípios. hoje, não soma-se 45%. Isto, porque os outros 55% são de contribuições, que não fazem parte do bolo tributário na hora da divisão com estados e municípios. E aí a conta não fecha: aumenta-se responsabilidade dos estados e municípios e tira-se de outro lado os recursos para que eles possam realizar os serviços mais essenciais, do tapa-buraco, do saneamento, da reforma da escola, do remédio no posto de saúde.

Para Simone, a concentração de recursos nas mãos da União é extremamente nociva para a democracia, pois distancia o Brasil dos ideais democráticos da justiça social: “o enfraquecimento da Federação brasileira fortalece a corrupção”, disse a senadora.

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Ministra do Planejamento e Orçamento detalhou medidas do governo federal de apoio ao Rio Grande do Sul em entrevista; acesso à ajuda ocorre de maneira…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Iniciativa foi apresentado pela ministra Simone Tebet e pelo secretário de articulação institucional, João Villaverde, em evento com representantes da Força Sindical e de setores…

leia mais
MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

Projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico de três municípios de Mato Grosso do Sul foram aprovados pela Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), presidida pelo…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet