Simone Tebet diz que grávidas vão parar de 'bater de porta em porta' para dar à luz | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet diz que grávidas vão parar de ‘bater de porta em porta’ para dar à luz

Candidata visitou Maternidade Gota de Leite, em Araraquara (SP), referência em parto humanizado

A candidata Simone Tebet visitou, na tarde de hoje, quinta-feira (8/9), a Maternidade Gota de Leite, Vovó Mocinha, em Araraquara, no interior paulista. No local, Simone ressaltou a importância da instituição para o país. “Trata-se de uma referência em parto humanizado e é tudo o que queremos para o Brasil. Essa não é a realidade da maioria dos municípios e dos estados brasileiros”, disse a candidata. “Hoje, a mulher que vai dar à luz bate de porta em porta e não sabe em qual maternidade conseguirá uma vaga.”

Daí a importância, observou Simone, do “Mãe Brasileira”, projeto que consta no seu plano de governo. A proposta tem como objetivo garantir o acompanhamento de mães, desde o início da gravidez, e dos bebês, até o primeiro ano de vida, com consultas, exames, testes, enxovalzinho e até vale-transporte para que a mãe não perca as consultas. Ou seja, envolve todas as ações e os serviços para assistência integral à saúde da gestante, da puérpera e do recém-nascido. “Os municípios que não conseguirem bancar o benefício terão a ajuda do governo federal”, frisou Simone.

Acompanharam a candidata na vista à maternidade, o presidente nacional do MDB e candidato à reeleição a deputado federal, Baleia Rossi, o ex-prefeito de Araraquara e candidato a deputado estadual, Marcelo Barbieri, o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, Aloísio Braz (MDB), o vereador da cidade e presidente local do Cidadania, Edson Hell, a secretária municipal de Saúde, Eliana Honaim, e a diretora-executiva da Maternidade Gota de Leite, Lucia Ortiz. Após a visita à maternidade, Simone participou de caminhada pelo centro de Araraquara.

COLETIVA DE IMPRENSA– BOLSONARO E O 7 DE SETEMBRO

Não temos princesas, temos guerreiras no Brasil”

Em entrevista coletiva, a candidata voltou a ser questionada sobre o comportamento do presidente Jair Bolsonaro, durante o 7 de Setembro. “Quero deixar muito claro que não temos princesas no Brasil. Temos guerreiras, mulheres que acordam de madrugada, pegam duas conduções, levam duas horas para chegar ao trabalho. Antes disso, acordam às 4h30 ou 5 horas para deixar comida pronta e seu filho na creche ou na escola e, quando voltam para casa, ainda têm de colocar comida na mesa e os filhos para dormir.” Simone acrescentou: “O Brasil está órfão de presidente da República, órfão de projetos sociais, órfão de projetos de desenvolvimento para o país”.
Assessoria de Imprensa

+ Notícias

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Ministros Simone Tebet e Waldez Goes visitam ponte binacional que ligará Brasil ao Paraguai

Ministros Simone Tebet e Waldez Goes visitam ponte binacional que ligará Brasil ao Paraguai

A ponte é obra fundamental da Rota Bioceânica, que integra o trecho 4 das Rotas de Integração Sul-Americana A equipe do Ministério do Planejamento e…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet