Simone Tebet é a primeira mulher a receber medalha da Fundação Municipal Ulysses Guimarães de Rio Claro | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet é a primeira mulher a receber medalha da Fundação Municipal Ulysses Guimarães de Rio Claro

Homenagem ocorre por sua relevante atuação na CPI da Pandemia. Durante o evento, candidata abordou planos para educação, geração de empregos e para a saúde

A candidata Simone Tebet foi homenageada na tarde desta quarta-feira (21/9), em Rio Claro, com a medalha Ulysses Guimarães por sua intensa e significativa atuação na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia em 2021. A candidata é a primeira mulher a receber a honraria, já concedida para 25 personalidades pela Fundação Municipal Ulysses Guimarães de Rio Claro.

Simone foi recebida pelo presidente da entidade Bruno Oliveira; pelo ex-prefeito de Rio Claro, Palmínio Altimari Filho; pela candidata à deputada estadual (MDB) e vereadora de Rio Claro por quarto mandatos, Maria do Carmo Guilherme; pelo candidato a deputado federal (MDB), vereador e vice presidente da câmara de Rio Claro, Hernâni Leonhardt; entre outros

Simone Tebet destacou a importância de Ulysses Guimarães para a democracia do país e abordou o atual período em que o Brasil atravessa. “Há mais de 30 anos, Ulysses encarnou a figura de grandes homens públicos que lutaram pela democracia no Brasil. Hoje, num momento em que se questionam tanto as instituições democráticas, ser candidata do partido de Ulysses e não vir à sua terra seria, no mínimo, uma irresponsabilidade. Estar aqui hoje é um compromisso que o MDB – a frente democrática – faz com o Brasil”, afirmou, lembrando a lendária frase de Ulysses Guimaraes: “Nós temos ódio e nojo à ditadura”, seja de direita, seja de esquerda, completou Simone Tebet.”
A candidata também ressaltou o respeito sobre o processo eleitoral. “O nosso compromisso é com o resultado das urnas, é com a democracia, com os valores democráticos e com a soberania popular. Eu sou uma filha política de Ulysses Guimaraes. Estar para mim, aqui neste momento, na terra dele, representando o partido dele, é uma grande responsabilidade, é uma grande emoção”.

“A senhora é a primeira mulher a receber esta medalha da honraria Ulysses Guimarães Liberdade e Democracia. Então sinta-se abraçada por toda a comunidade de Rio Claro. E que as urnas contemplem todo seu trabalho, sua dedicação e toda sua determinação em defesa da vida, especialmente na comissão da Covid”, afirmou o presidente da Fundação Municipal Ulysses Guimarães de Rio Calro, Bruno Oliveira,

COLETIVA DE IMPRENSA
Propostas para saúde
– “Nós temos dois problemas sérios. Primeiro zerar a fila de exames, cirurgia e consultas que ficaram represadas por conta da pandemia. Recurso federal para estados e municípios à medida que eles forem executando esses serviços, nós vamos pagando mês a mês. É um recurso extraordinário para um período excepcional que nós vivemos na pandemia. De outro lado, o SUS tem que valer para todos. Nós vamos voltar a financiar o SUS com recurso federal. Hoje está na casa de 42%. Metade do financiamento do SUS tem que vir dos cofres da União. Com isso, nenhum pobre vai ter a porta do SUS fechada para tratamento como, por exemplo, de câncer. Lamentavelmente, hoje no Brasil, mais ou menos 20% dos pobres que são acometidos de câncer morrem, sabendo que poderiam ter tido suas vidas salvas se tivessem as portas dos hospitais filantrópicos e das santas casas abertas. Os hospitais não dão conta porque não têm dinheiro. No nosso governo não vai faltar dinheiro para a saúde pública no Brasil.”

Pesquisas eleitorais – “Nós estamos vivendo um momento de polarização, que está levando o Brasil para o abismo. A nossa candidatura é a única que tem a capacidade, com moderação, com diálogo e representando esse centro, a possibilidade de unir o Brasil para que o país volte a crescer para gerar emprego e renda. Então, o verdadeiro voto útil, para quem quer derrotar Lula, é o nosso. Nós é que temos condições de, estando no segundo turno, ganhar as eleições, pacificar o Brasil. Nós temos propostas reais, soluções reais para os problemas das pessoas. Dentro dessa proposta, a nossa candidatura é uma candidatura do centro democrático, que não é só eleitoral, é uma candidatura política, é uma candidatura de abrir caminhos, colocar soluções na mesa para os problemas reais do Brasil.”

Assessoria de Imprensa

+ Notícias

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Ministra do Planejamento e Orçamento detalhou medidas do governo federal de apoio ao Rio Grande do Sul em entrevista; acesso à ajuda ocorre de maneira…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Iniciativa foi apresentado pela ministra Simone Tebet e pelo secretário de articulação institucional, João Villaverde, em evento com representantes da Força Sindical e de setores…

leia mais
MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

Projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico de três municípios de Mato Grosso do Sul foram aprovados pela Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), presidida pelo…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet