Simone Tebet explica que inclusão de fato novo no Senado pode fazer Supremo anular o processo de impeachment | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet explica que inclusão de fato novo no Senado pode fazer Supremo anular o processo de impeachment

 

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) disse, no início da reunião desta quinta-feira (28), convocada para ouvir os autores do pedido de impedimento da presidente Dilma Rousseff: os juristas Miguel Reale Jr. e Janaina Paschoal, que a Comissão Especial do impeachment pode apenas referendar ou não o que veio da Câmara dos Deputados.

Simone lamentou que não é possível a inclusão de fatos novos no Senado, como a compra de Pasadina, que causou mais de R$ 700 milhões de prejuízos para a Petrobras; e as pedaladas fiscais de 2013 e 2014, para não correr o risco de gerar uma ação dos governistas no Supremo, com a possibilidade de ensejar a nulidade do processo que veio da Câmara dos Deputados.

A senadora Simone chegou a argumentar anteriormente que haveria uma brecha no relatório do deputado Jovair Arantes para que o Senado pudesse ampliar o objeto da denúncia.

“Não podemos estender a investigação aos anos de 2013 e 2014, não podemos fazer a defesa prévia, não cabe diligências, nem a inclusão de fatos novos”, lamentou.

“Democracia brasileira vai muito bem, obrigada!”
A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) rebateu a crítica do vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1980, Adolfo Pérez Esquivel, que, em visita ao Plenário do Senado, nesta quinta-feira (28), polemizou ao dizer que há um possível “golpe de estado” no Brasil.

A senadora Simone disse que o Brasil vai superar esse momento e sairá mais fortalecido. “Temos uma democracia instalada, poderes que se respeitam e são harmônicos entre si, instituições fortes e democracia vai sair fortalecida, seja qual for o resultado do processo de impeachment. Pela soberania nacional, nós temos de dizer que a democracia brasileira vai muito bem, obrigada!”

O argentino, Adolfo Pérez Esquivel, causou polêmica ao pedir, em sua rápida mensagem respeito à Constituição e ao direito do povo de viver a democracia e a fazer referência ao um possível golpe. Os senadores da oposição protestaram contra mensagem do visitante.

Assessoria de Imprensa

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Ministra do Planejamento e Orçamento detalhou medidas do governo federal de apoio ao Rio Grande do Sul em entrevista; acesso à ajuda ocorre de maneira…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Iniciativa foi apresentado pela ministra Simone Tebet e pelo secretário de articulação institucional, João Villaverde, em evento com representantes da Força Sindical e de setores…

leia mais
MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

Projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico de três municípios de Mato Grosso do Sul foram aprovados pela Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), presidida pelo…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet