Simone Tebet propõe banco de dados para unificar informações sobre violência contra a mulher | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet propõe banco de dados para unificar informações sobre violência contra a mulher

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) apresentou um projeto que cria o Observatório da Mulher contra a violência, no âmbito do Senado Federal. Ela defendeu a proposta, nesta terça-feira (1º), durante a primeira reunião do ano da Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher, da qual ela é presidente.

A senadora apresentou um balanço da atuação do colegiado no ano passado e debateu com as parlamentares as metas e perspectivas de trabalho para 2016. Entre elas, Simone destacou a criação do Observatório da Mulher – um de banco de dados que iria unificar informações sobre violência de gênero. Pelo projeto, o DataSenado, serviço de pesquisa do Senado Federal, ficará responsável por captar as informações dos órgãos federais, estaduais e municipais da Assistência Social, da Justiça (Secretarias de Segurança Pública) e da Saúde.

“Queremos que o Senado seja referência mundial, inclusive. Nós estaremos cumprindo a lei Maria da Penha criando o Observatório para reunir as informações, hoje, esparsas. Esse banco de dados será compilado, estudado, e devolvido à sociedade para que possamos acompanhar a execução das políticas públicas de forma mais eficaz. Afinal, a informação é a base de tudo”, disse.

Revista retrata atividades parlamentares no combate à violência contra a mulher

A Comissão de Combate à Violência contra a Mulher lançou uma revista com o balanço da atuação de 2015, primeiro ano de existência. Em reunião nesta terça-feira, 1º de março, as parlamentares lançaram a publicação e conversaram sobre o balanço das atividades do ano. Houve 16 audiências públicas sobre diversos assuntos: avaliação das políticas públicas do governo federal; estupro nas universidades; eficácia do botão do pânico e da tornozeleira eletrônica; impacto financeiro da violência contra mulheres deficientes, entre outros temas. A revista também traz o relato das diligências ocorridas no Rio Grande do Sul, Ceará, Rio Grande do Norte e Bahia. Aborda, ainda, os eventos realizados ao longo do ano, como o lançamento da Cartilha Maria da Penha – perguntas e respostas e do Seminário “Mulheres, Violência e Mídias Sociais”.

“Apresentamos uma revista prestando contas à sociedade do quanto avançamos em 2015. Debatemos diversas temáticas e nos deparamos com números estarrecedores”, disse Simone Tebet.

A revista da Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher pode ser vista em pdf no blog da comissão: www.mulheresnocongresso.com

Assessoria de Imprensa

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A comitiva do governo federal realizou ainda uma visita técnica ao porto de Tabatinga no Amazonas O Acre, um dos Estados mais isolados do país…

leia mais
Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet