Simone Tebet questiona indicados ao Cade sobre fusão de gigantes do agronegócio | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Simone Tebet questiona indicados ao Cade sobre fusão de gigantes do agronegócio

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) questionou os indicados ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sobre a concentração da comercialização de commodities agrícolas na mão de poucas empresas. Ela participou a sabatina de Alexandre Macedo e Polyanna Vilanova, nesta terça-feira (17), na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Como exemplo, a senadora sul-mato-grossense citou a fusão de duas das maiores empresas do mundo de insumos agrícolas, aprovada por órgãos reguladores da concorrência, inclusive no Brasil (pelo Cade).  Atualmente, o órgão analisa a compra da norte-americana Monsanto pela alemã Bayer, que pode criar a maior companhia integrada de pesticidas e sementes do mundo.

Para Simone Tebet, a operação pode prejudicar a concorrência no mercado, derrubando a oferta de produtos e aumentando o preço de pesticidas e sementes. Para ela, isso poderia ser prejudicial ao mercado, ao produtor rural e aos consumidores.

A Lei de defesa da concorrência (Lei 12.529/2011) proíbe a criação de posição dominante. Mas a Lei excetua casos em que é possível haver concentração, quando o ato de concentração tiver efeitos líquidos positivos, como o aumento da produtividade ou benefícios para os consumidores.

A senadora sugeriu uma alteração na lei a respeito desta exceção para estabelecer critérios claros sobre a proibição de fusões e formação de cartel de grandes empresas. “A exceção não pode derrubar a regra. E a regra impõe ao Cade a obrigação de barrar qualquer fusão que crie no Brasil cartel ou monopólio em qualquer setor”, disse.

Simone quis saber a opinião dos sabatinados. Em resposta, Alexandre Macedo classificou a fusão como “complexa” e observou que o Cade analisa se a eficiência alegada da operação é suficiente para compensar prováveis efeitos anticompetitivos no Brasil. Já Polyanna Vilanova disse que também se preocupa com os atuais níveis de concentração do mercado e que nenhuma decisão deve ser tomada com pressa.

Sabatinados

A CAE aprovou o nome de Alexandre Cordeiro Macedo para o cargo de superintendente-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), com mandato de dois anos e Polyanna Ferreira Silva Vilanova ao cargo de conselheira da entidade, até julho de 2019. As indicações ainda precisam passar pelo Plenário do Senado.

Cade

O Cade é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério da Justiça. Sua missão é zelar pela livre concorrência no mercado e é responsável por investigar e decidir sobre a matéria concorrencial.
https://www.youtube.com/watch?v=MoUUUwBXVfA&feature=youtu.be

Fusão de gigantes do agronegócio pode limitar concorrência e prejudicar produtor rural

Compartilhe
TAGS

+ Notícias

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A transformação da economia será gigante, afirmou Tebet em plenária de discussão das Rotas de Integração Sul-Americana

A comitiva do governo federal realizou ainda uma visita técnica ao porto de Tabatinga no Amazonas O Acre, um dos Estados mais isolados do país…

leia mais
Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Fronteiras são sinônimo de solução, diz Tebet, em plenária sobre as rotas de integração

Em evento em Boa Vista, MPO debate projeto das rotas Sul-Americanas com autoridades e empresários de Roraima O Ministério do Planejamento e Orçamento deu sequência,…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Ministério do Planejamento e Orçamento e Governo Francês assinam Memorando de Entendimento

Assinatura do documento ocorreu nesta quinta (28/3), em Brasília, e prevê o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de financiamento externo, gênero e sustentabilidade Durante…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet