Vamos mostrar ao mundo e ao Brasil que é possível preservar e, ao mesmo tempo, desenvolver a Amazônia, disse Simone Tebet, em Santarém (PA) | Simone Tebet
Simone Tebet Simone Tebet

A nova esperança
do Brasil

Vamos mostrar ao mundo e ao Brasil que é possível preservar e, ao mesmo tempo, desenvolver a Amazônia, disse Simone Tebet, em Santarém (PA)

A candidata Simone Tebet visitou, na tarde de hoje, sexta-feira (2/9), o Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas “Joaquim da Costa Pereira”, em Santarém, no Pará, inaugurado em abril deste ano. Ali, questionada pela imprensa sobre qual a importância de fazer campanha no meio da Amazônia, ela destacou: “É mostrar ao mundo e ao Brasil que é possível conciliar a preservação ambiental com desenvolvimento econômico.”

Para Simone, tanto a preservação como o desenvolvimento “deve andar juntos”. Ainda mais na Amazônia, que necessita de ações nítidas e sólidas de conservação, com desmatamento ilegal zero, e, ao mesmo tempo, precisa gerar emprego e renda para melhorar a vida de seus 28 milhões de habitantes (na Amazônia Legal). Tudo isso, observou a candidata, tendo como pilar a “manutenção da floresta em pé”.

Nesse sentido, Simone elogiou a obra do terminal de Santarém, às margens do Tapajós. A estrutura foi concebida para receber grandes embarcações, como cruzeiros, o que pode fomentar a atividade turística na região, e, simultaneamente, permitir que a população local realize viagens diárias para estados como o Amapá e o Amazonas.

Ao lado de Simone, o candidato à reeleição ao governo do Pará, Helder Barbalho (MDB), ressaltou que o terminal agrega vetores que podem fomentar o desenvolvimento sustentável. “Alguém que aqui investe no agro e ao mesmo tempo se relaciona com a floresta, isso é Santarém, com sua pesca, com a soja, com a logística”, disse. “O terminal faz com que possamos mostrar ao Brasil que é possível compatibilizar, com todos os envolvidos, um modelo de desenvolvimento sustentável para gerar emprego e renda na Amazônia.”

ATENTADO CONTRA CRISTINA KIRCHNER

Em Santarém, Simone Tebet comentou ainda, a pedido de repórteres, o atentado sofrido pela vice-presidente argentina, Cristina Kirchner. “Esse é o reflexo da polarização odiosa, ideológica, que divide hoje o mundo e o Brasil”, disse. “Nós precisamos acabar com essa polarização que está levando o Brasil para o abismo. Temos que unir o país, unir as famílias.”

Simone frisou que esse clima de tensão política, no caso brasileiro, é fruto do mau exemplo dado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. “E ele não teve a capacidade de se solidarizar com uma mulher, no caso da vice-presidente da Argentina.”, pontuou. “Nós não podemos tolerar isso, seja quem for a vítima. Lamento profundamente o que aconteceu. Temos um presidente da República, repito, que não tem a capacidade de entender um momento grave.”

Para Simone, “democracia é povo na rua, abraçando, beijando, conversando, criticando, trocando ideias, mas hoje temos que estar atentos. Lamentavelmente, temos um presidente da República que acirra, que estimula um clima de tensão, através do uso de armas. Eu quero pedir a todos: vamos agora serenar.” Simone, por fim, lembrou aos repórteres que foi a primeira candidata ao Planalto a apresentar um manifesto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela paz nas eleições, contra a violência e as fake news.

Assessoria de Imprensa

+ Notícias

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Cidades gaúchas já estão recebendo recursos emergenciais, diz Tebet

Ministra do Planejamento e Orçamento detalhou medidas do governo federal de apoio ao Rio Grande do Sul em entrevista; acesso à ajuda ocorre de maneira…

leia mais
Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Ministério do Planejamento e Orçamento discute projeto Rotas de Integração Sul-americana com entidades sindicais em São Paulo

Iniciativa foi apresentado pela ministra Simone Tebet e pelo secretário de articulação institucional, João Villaverde, em evento com representantes da Força Sindical e de setores…

leia mais
MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

MS recebe mais de US$ 21,2 milhões do Focem para projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico

Projetos de infraestrutura urbana e saneamento básico de três municípios de Mato Grosso do Sul foram aprovados pela Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), presidida pelo…

leia mais
Simone Tebet

Quem é Simone Tebet